ANTI-AGING: O QUE É?

A medicina Anti-Aging é uma é uma área médica que se dedica à promoção da qualidade de vida e longevidade.

Os objectivos desta prática médica focam-se em detectar, prevenir e tratar atempadamente doenças decorrentes do envelhecimento que podem estar camufladas por sintomas que pensamos conhecer mas que podem apresentar um quadro clínico muito mais complexo do que imaginamos.

Anti-Aging assenta em 5 pilares fundamentais: modulação hormonal, suplementação não hormonal, exercício fisico, nutrição funcional e gestão do stress. Só assim conseguimos promover uma melhor qualidade de vida e prevenir as doenças relacionadas com o envelhecimento.

Estamos perante um tipo de medicina personalizada e individualizada que tem em conta cada história, caso e percurso oferecendo resultados imediatos na qualidade de vida dos pacientes.

OUÇA E CONHEÇA

O SEU CORPO

É muito importante aliar a nutrição adequada à prática de exercício físico regular e a uma boa qualidade de sono. A abolição de factores nocivos como o álcool, o tabaco e uma redução dos níveis de stress são cruciais quando combinados com os principais pilares do Anti-Aging: a modulação hormonal e a suplementação não hormonal.

As hormonas são os mensageiros químicos do nosso corpo. Elas chegam aos nossos órgãos e tecidos por via da corrente sanguínea e além de desempenharem várias funções de regulação e controlo, conseguem trazer uma série de benefícios ao nosso metabolismo.

Sente-se preparado para dizer "adeus" aos efeitos provocados pelos seus distúrbios hormonais?

DÉFICE HORMONAL 

Entre os 30 e os 35 anos, o nosso corpo começa a perder entre 1 a 3% das hormonas benéficas ao nosso organismo, o que faz com que por volta dos 40 anos, consigamos ver os primeiros sinais de défice hormonal.

O envelhecimento é um fenómeno natural em que existe um declínio progressivo das capacidades de vários sistemas, órgãos e hormonas. Mas cada pessoa é única e cada corpo diferente, por isso, o seu grau de envelhecimento é também ele exclusivo. 

 

Por estas razões, são necessárias técnicas individuais e únicas para cada indivíduo.

No entanto os sintomas do défice hormonal são comuns à maioria das pessoas e variam consoante o sexo.

NO CASO DAS MULHERES

Irritabilidade, alteração da qualidade do sono, dificuldade em perder peso, alteração da memória, diminuição da líbido, secura vaginal, entre outros. Estes factores são normalmente agravados com a chegada da menopausa.

NO CASO DOS HOMENS

Dificuldade em perder peso, aumento do perímetro abdominal, diminuição da líbido, alteração da memória, irritabilidade, diminuição do número de erecções matinais, entre outros.

MODULAÇÃO

HORMONAL 

O QUE É E QUAIS OS BENEFÍCIOS

A partir dos 40, 50 anos e com a chegada da menopausa começam a aparecer os verdadeiros sinais de envelhecimento. Rugas, flacidez na pele, aumento de peso, bem como outros problemas mais profundos a nível psicológico, neurológico e sexual.

Hoje em dia já é possível atrasar os efeitos do envelhecimento sem intervenções estéticas!

Conseguimos devolver o controlo perdido sobre o peso e sobre o corpo em geral através da correção dos níveis hormonais que vão diminuindo com a idade, seguindo uma alimentação cuidada e praticando exercício físico adequado. 

A medicina Anti-Aging propõe que se recupere estas hormonas através da sua suplementação.

Este método chama-se princípio da modulação hormonal bioidêntica.

A terapia consiste numa reposição dos níveis hormonais recorrendo a hormonas bioidênticas (não sintéticas), isto é, que têm uma estrutura molecular igual às que são naturalmente produzidas pelo corpo humano. Por esta razão, os nossos receptores estão preparados para estas hormonas, não havendo efeitos secundários nem rejeição por parte do organismo.

O desequilíbrio hormonal é reparado e os resultados físicos e psicológicos revertidos de forma extremamente positiva.

SUPLEMENTAÇÃO

NÃO HORMONAL 

O QUE É E QUAIS OS BENEFÍCIOS

O stress, as agressões do meio ambiente e os alimentos nutricionalmente pobres são geradores e multiplicadores de erros genéticos que mais cedo ou mais tarde originam carências e doenças.

Estilos de vida desequilibrados causam inflamação, sendo esta a principal responsável pelo envelhecimento. Para combater a inflamação, o corpo requer de uma óptima suplementação não hormonal, ou seja, micro-nutrientes essenciais e protectores, ideais para:

- Optimização de energia

Reequilíbrio hormonal e funcional

- Gestão do peso corporal

 

Esses micro-nutrientes são as vitaminas e os minerais. Além deles, contamos ainda com a acção dos probióticos e dos ácidos gordos (como o Ómega 3) como óptimo complemento, e cuja suplementação deverá sempre ser feita de acordo com as necessidades de cada paciente.

© 2020 Marta Padilha - developed by Villa Design e Eventos \ avilla.pt